Sistema de férias

By | February 11, 2017

Quando visitei o Brasil no final do ano eu dei uma esticada no escritório da firma em São Paulo. Quando estava lá ouvi dois colegas discutindo férias e lembrei como o sistema por aí é diferente e não sei se muita gente sabe como funciona aqui na América do Norte.

A primeira coisa é que férias não é regulamentada (eu acho). Cada empresa oferece o que quiser de férias e normalmente seu tempo de férias conta como um dos benefícios da empresa. Existe mais ou menos um padrão no mercado – pelo menos em TI: Profissionais júniores tem 1 semana de férias por ano, intermediários 2 e sêniores 3. O problema é que não existe uma definição de senioridade, então numa empresa você pode ser considerado sênior se tiver 3 anos de experiência, enquanto em outra só se tiver 20 anos de experiência. Algumas empresas também só consideram o ranking depois que você já é funcionário, então 20 anos de experiência, mas recém-contratado significa só 1 semana de férias. Outras começam com o padrão de mercado para a posição e aí te adicionam uma semana de férias a mais a cada 3 ou 5 anos que você passa na empresa e assim por diante.

Mas como eu comentei, férias é considerado benefício. Então durante a negociação de contrato é uma das coisas que a empresa costuma ser flexível e te oferecer mais tempo de férias para fazer a oferta mais atraente.

Deixa eu aproveitar e deixar claro na definição de semana: 5 dias úteis. Na verdade 40 horas (8hrs por dia) na maior parte dos casos. Então 3 semanas de férias significa 120 horas de férias por ano. E isso é importante já que você pode tirar suas férias do jeito que achar mais conveniente, de hora em hora.

Além das férias algumas empresas também oferecem “personal days”. É um número X de dias que você pode tirar de folga sem contar contra o seu saldo de férias. As principais diferenças são:

  • Personal days não podem ser carregados de um ano pro outro
  • Caso você se desligue da empresa você não recebe o $$ equivalente aos dias não utilizados
  • A empresa pode colocar regras ao redor do personal day como, por exemplo:
    • Não podem emendar com dias de férias
    • Não podem emendar um no outro
    • Não podem emendar num final-de-semana
    • Não podem ser fracionados

Aliás, algumas empresas são mais criativas e capricham um pouco mais. Meu último emprego no Canadá, além de 3 semanas de férias e 5 personal days ainda tinha um “feriado religioso” onde eu podia pegar qualquer dia de folga e aniversário (se não me falha a memória). As únicas regras de personal days eram que não podiam emendar num dia de férias e um no outro.

Vamos dizer que você queira ir passar o final-de-semana prolongado na praia. É possível tirar 3 horas de férias na sexta, assim você evita o trânsito. Ou no que seria uma quarta-feira de cinzas você poderia tirar mais 4 horas de férias, assim não ia precisar aparecer no escritório nesse dia.

Apesar de parecer pouco, lembre-se que as férias são contadas em horas úteis. O que significa que final-de-semana e feriado não estão contando, por isso com um pouco de imaginação dá pra fazer as férias renderem bastante.

Por exemplo, o que fiz no último emprego lá no Canadá:

Tinha um feriado na segunda-feira. Na sexta-feira eu tirei um personal day. Sábado, Domingo e Segunda não contam. Aí eu tirei Terça, Quarta, Quinta e Sexta de férias. Sábado e Domingo não contam de novo. E aí mais um personal day na Segunda. 11 dias de férias pelo custo de 4 (32 horas das minhas 120).

Com um pouco de estudo e planejamento dá pra fazer essas 3 semanas virarem efetivamente 35 ou mais dias fora do escritório.

Eu prefiro muito mais esse esquema, já que raramente vou querer ficar 30 ou mesmo 15 dias fora. Mini-férias, de 3 a 7 dias me parecem muito mais atrativas, já que assim posso tirar várias no ano.

Pra não dizer que não tem pontos negativos, não rola aquele pagamento bacana de férias. Você vai precisar de planejar e economizar antes pra poder ir viajar.

Então se você estiver se candidatando a uma vaga aqui no Norte, lembre-se sempre de perguntar – e negociar – suas férias.

No tag for this post.