Desafio do Beakman – Resposta

By | June 18, 2009

As respostas no post e via email que o pessoal deu foram boas, mas só o Silvio chegou perto da respostas certa.

Em algum curso por onde passei um professor/instrutor disse: Não se automatiza o caos. Primeiro arrume as coisas e depois automatize-as.

O problema aqui é essa zona de senhas. O correto é que cada pessoa tenha seu próprio usuário e senha e virar root seja feito utilizando-se o sudo. Como um quebra-galho enquanto eu preparo o ambiente para mudanças mais profundas o meu scriptzin mesmo quebra o galho. Mas jamais caia na tentação de automatizar totalmente o caos. Porquê ai fica cômodo demais. E se está cômodo, porquê mexer?

Coisa errada tem que ser chata, incômoda e demorada. Só assim a gente mexe a bunda e faz a coisa do jeito certo.

Querem outro exemplo? Hoje coloquei um server novo em produção. Descobri que o rack onde ele tem que ficar não tem conexão de rede para a vlan onde ele deve morar. Já passei por empresa onde quando alguém descobria isso fazia o maior esforço do mundo pra passar um patch cable  por entre os racks, para não ficar “tão feio assim”.

A realidade é que no final das contas vai se “dando um jeitinho” e colocando “mais ou menos” todos os cabos até o dia que vira aquela ZONA que ninguém quer nem respirar perto pra não dar m*.

Quando percebi o problema hoje fiz o seguinte: peguei o maior cabo que consegui, estiquei aquele varalzão horroroso entre dois racks e enrolei o cabo nas portas, de forma que é impossível fechar os racks. Amanhã mesmo vou chamar meu chefe (que é quem cuida da parte de rede) e falar: olha, precisamos resolver isso direito.

Se eu tivesse deixado “mais ou menos” sabe quando ia mexer nisso de novo? Preguiçoso do jeito que eu sou ainda? Há… no dia de São Nunca.

Fica ai a dica: Gambiarra é muito bom, até o dia que você cruza com uma que não foi você que fez. 😛

Related posts

One thought on “Desafio do Beakman – Resposta

  1. Silvio Fonseca

    A Regra de ouro, que normalmente é usada para criar APIs publicas ou frameworks, mas cabe certinho para quase todas as áreas de informática: “Make the right easy and the wrong hard”.

Comments are closed.