Ubuntu de novo

By | March 11, 2007

Sou um feliz usuário da família Debian há uns 7 anos. Desde que fui apresentado ao Potato um bom tempo atrás simplesmente apaixonei no sistema.

Limpo como o Slackware, mas com um aditivo sensacional: apt-get (com poderes de super-vaca)*.

Os anos foram passando e eu acabei indo pro SID, afinal ninguém mais quer usar kernel 2.2… 😛

Experimentei alguns herdeiros da família, como o finado Corel Linux e alguns mais populares por aqui, como o Kurumin Linux. Mas nenhum Debian-like tinha feito até hoje o que o Ubuntu fez.

Esta distribuição trouxe ao usuário normal uma facilidade de fazer inveja a qualquer SO metido a besta por ai. A interface é limpa, simples e intuitiva.

Lógico que todo mundo sabe disso, mas a razão pela qual resolvi escrever esse texto é porque neste final de semana minha esposa fez uma cirurgia  e eu fiquei cuidando dela. Resolvi alugar uns DVDs, mas seria ruim ficar na sala enquanto ela estava sozinha no quarto.

Como meu recém-adquirido Notebook dispõe de DVD-Reader logo pensei que com apenas algumas horas de download + google + how-tos + compilação e debug eu poderia assistir os filmes diretamente nele, na cama, ao lado da esposa.

Mas nisso me lembrei do tal Automatix que eu havia instalado e que tinha clicado numa opção de suporte a DVD…

Resolvi testar antes de sair pela web e surpresa! Foi colocar o DVD e esperar a janelinha perguntando se eu queria assistir no Kaffeine (sim, uso Kubuntu). Cliquei e pronto!

Por parível que incressa, funcionou na hora. Vídeo, áudio, legenda… tudo. Sem engasgar, nem nada. Não compilei uma linha, não abri o xterm nem uma vez, não digitei minha senha de root… nada… SENSACIONAL.

OK, OK… Isso não foi nada Geek da minha parte… foi mal. Vou compilar um kernel para me purificar…

No tag for this post.

2 thoughts on “Ubuntu de novo

  1. Flá=D

    Tá vendo como eu quebro teu galho? Até doente, convalescente, eu contribuo para que vc adquira novos conhecimentos. Isso é que é esposa, viu???? 😀

    Bjs

Comments are closed.