Go Bag – Parte 2

By | February 8, 2020

Atendendo a pedidos, agora que atualizei a minha go bag, a lista do que tenho nela.

No canto superior esquerdo tem um kit com luvas descartáveis, máscaras de poeira, um saco de lixo preto grande, cobertores de emergência e paninhos úmidos.

Cobertores de emergência

Logo embaixo outro kit, com poncho e fósforos à prova d’água. Do lado uma garrafa dobrável.

Abaixo disso tem um Life Straw, que é um canudinho que contém um sistema de filtragem. Você pode coloca-lo direto numa água impura e beber

Continuando tenho um kit com dinheiro (de vários países, inclusive) e cartões de crédito extra. Peguei um Amex sem anuidade e fica lá na mala.

Logo embaixo tenho vários saquinhos zip novos, alguns zip ties (como chama isso em português?) e elásticos. Sem podem ser úteis.
Ao lado disso tenho uma sacola à prova d’água com um pente USB onde tenho cópias digitais dos nossos documentos (passaportes, carteira de motorista, cartão de saúde, etc).

Indo pra direita é o saco com lanternas, facas, multi-ferramentas e rádio de emergência.

Logo depois a comida: Fui de sardinha e chocolate 90%. Sardinha é rica em proteína e gordura e o chocolate tem um pouco de açúcar e pode ser uma fonte de conforto numa situação onde a go bag tenha sido necessária.
As duas coisas não precisam de nenhum cuidado especial para armazenar e tem data de validade de mais de 2 anos. Fáceis de carregar e não precisam de preparo.
Coloquei no mesmo saco um multi-ferramenta que tem garfo e colher.

Acima disso tem um kit com muda de roupas e um kit de primeiro socorros. E ao lado uma corda de nylon e uns bungee cords (corda elástica?).

Tenho também um kit de higiene pessoal com escovas de dentes, pasta, papel higiênico, paninhos umedecidos (aqueles de limpar a bunda) e álcool gel.

Truque com o álcool gel

Uma dica: O tamanho da embalagem do álcool gel é da largura perfeita para enrolar duct tape. Devo ter colocado uns 3~5m de fita enrolada nela. Economiza o espaço de carregar um rolo.

Tenho lá no canto direito um bloco de notas com uma caneta. (Acho que eu devia acrescentar uma sharpie…)

E por último, no canto inferior direito um celular extra, um banco de baterias, cabos e uma extensão de tomada.

O celular por enquanto não tem um chip – pretendo pegar um pré-pago (custa $4) – mas só ativar se necessário. Mas o celular tem minha conta do Google ativada e mapa GPS off-line. E, vamos analisar a realidade, mesmo em caso de emergência as chances de eu não ter o meu celular comigo são muito baixas. É só um adicional interessante já que eu tinha esse aparelho parado numa gaveta.

Ah, sim: A mochila aí na foto é esse modelo aqui.

Não gastei uma fortuna para preparar essa mala. A maior parte das coisas eu já tinha por alguma outra razão ou adquiri por um preço bem baixo. Acho que não tem nenhum item mais caro do que CAD 50. E também montei as poucos, começando com o essencial. Na primeira versão eu tinha tirado xerox dos documentos, uma lanterna barata e uma muda de roupas.

Dá pra melhorar e dá pra gastar bastante dinheiro, mas pelo menos o básico deve ser fácil e rápido de fazer. Em um dia você consegue tirar xerox dos documentos, juntar umas roupas que você não gosta e comprar uma lanterna no mercado. Uma escova de dentes e pasta, um rolo de papel higiênico. Coloca uns troco na mala também e você vai estar mais preparado do que 90% da população.

No tag for this post.