Rubber Ducking

By | July 18, 2020

Você precisa resolver um problema que está enroscado faz um tempo mas sem fazer progresso nenhum. Já tentou entender, procurou no Google, leu documentação mas nada ajudou.

Felizmente você tem aquele colega, amigo, conhecido ou consultor que provavelmente vai conseguir te ajudar. Excelente!

Mas como você é uma pessoa que se importa com o tempo dos outros e também não quer passar vergonha dando a impressão que não colocou nenhum esforço no problema, você pensa um pouco. Ai começa a redigir o seu email cuidadosamente.

Nesse email você detalha todos os pormenores do problema, sintomas, desafios, variáveis. Você começa também a descrever quais coisas já tentou e porque elas não funcionaram.

Lembre-se que seu objetivo é não passar por idiota e ao mesmo tempo economizar tempo da outra pessoa, evitando que ela tente os mesmos passos que você já tentou em vão.

Conforme você escreve o email de repente você percebe que teve uma coisa que não tentou ainda. Melhor tentar antes de mandar.

BOOM! Isso resolve o seu problema.

Uma das melhores formas de resolver um problema complexo é tentar explicar esse problema para alguém. Enunciar de forma simples uma coisa complicada ajuda o seu cérebro a digerir melhor a informação.

E aí entra um outro detalhe dessa técnica: Na verdade você nem precisa que a pessoa para quem você está escrevendo esse email seja um especialista no assunto. Pode ser qualquer um. Esposa, amigo não técnico, colega de academia… No final é você mesmo que acha a resposta depois do esforço de explicar. Então não importa.

Com isso em mente no livro The Pragmatic Programmer o autor conta a história de um programador que carregava um patinho de borracha. E quando ele tinha um problema desses ele simplesmente começava a explicar pro patinho o que estava acontecendo 😁

Via Wikipedia

Eu uso essa técnica com frequência. Normalmente mais do jeito que me referi lá no começo. Vou redigindo um email para alguém e antes de terminar acabo descobrindo a solução eu mesmo.

Então fica aqui a dica. Da próxima vez que se enroscar, abra o seu email com a intenção de pedir ajuda para alguém que é muito ocupado e mal-educado o suficiente pra te chamar de imbecil se você deixou passar alguma coisa óbvia. É bem provável que consiga achar a solução você mesmo. E se esse não for o caso, ainda pode mandar o email com a certeza que você fez tudo que era capaz de fazer.

Boa sorte.

No tag for this post.

2 thoughts on “Rubber Ducking

  1. Cristiano Ferrari

    Já vivi diversas vezes situações exatamente como você descreve, especialmente lá no tempo da linux-board do Yahoo. E, na época, o motivador para explicar o problema e demonstrar o esforço prévio era o “receio” de tomar esporro do MrBits. Bons tempos!
    Faltou apenas complementar com a dica de, resolvido o problema, aproveitar o que já foi escrito e transformar a duvida em How To e publicar a dica.

  2. Mariana Barros

    Boa dica! Vou aproveitar e escrever aqui pra vc um problema tecnológico q eu tô enfrentando no google class… Hahahahha brincadeira! Vou escrever pra coordenadora mesmo, espero q até o fim eu mesma saiba o q fazer pq ela não me aguenta mais com tanta pergunta 😅

Comments are closed.