Tolerância zero!

By | July 10, 2008

Quem me conhece um pouco melhor sabe que meu nível de tolerância tende a zero.

Meu nível de paciência com gente burra/lerda/burocrática e afins é muito baixo. E isso também se aplica a situações, lugares e processos. Tampouco aguento gente de “boca mole”, que fala fininho, que fala pelos cotovelos, que fala como quem está chorando ou que fala como quem está lendo uma história para crianças.

A esposa é testemunha de que já teve vezes que, depois de passar mais de uma hora fazendo compras no Carrefour e me deparar com uma fila gigantesca no caixa eu simplesmente larguei o carrinho no meio do corredor e fui embora.

Deixar gente falando sozinha ou simplesmente interromper a conversa com um discreto: “Não me interessa” também é lugar comum pra mim.

Mas o motivo deste post é: Tem gente que não se manca. E se você é uma delas, aqui vão algumas dicas sobre “como saber que a conversa não interessa para o seu interlocutor”. Se você observar qualquer um destes sinais (normalmente ocorrendo nesta ordem), POR FAVOR, se manca!!!

  • A outra pessoa responde apenas com monossílabos
  • Seu interlocutor não faz nenhuma pergunta ou observação sobre o assunto que você está falando
  • Constantemente a outra pessoa olha no relógio, no celular, na tela do computador ou para outra coisa qualquer que não seja você
  • Sua vítima começa a apresentar sinais de stress, como batucar com os dedos/objetos, ter “tique-nervoso” como estalar os dedos ou o pescoço ou agitar as pernas.

De acordo com este site, dou também uma dica de alguns assuntos que não interessam pra ninguém exceto você mesmo.

  • Um sonho que você teve
  • Mudanças no horário do cochilo do seu bebê
  • O caminho que você fez para chegar onde está
  • Uma excelente refeição que você uma vez fez em um restaurante (eu abro uma excessão pra esse assunto. Podem falar comigo sobre isso)
  • Novidades da sua adega (ou hobby que o valha)
  • A história de um filme (principalmente as partes engraçadas)

Agora, se você, como eu é tolerância zero, mas se importa com os sentimentos dos outros ou algo do tipo, vale a pena ler “como escapar de uma conversa“. Em inglês.

Related posts

One thought on “Tolerância zero!

  1. Fernando Pedro

    Cara é incrível como tem gente chata nesse mundo. Quase todos os dias tem gente me importunando. Os principais assuntos são religião e política. Duas coisas que tenho minhas idéias e não gosto de ninguém tentando me convencer que estou errado.
    Mas as pessoas que me conhecem sabe desse meu jeito e nem falo. O problema são os tiozinhos na rua. No restaurante. No ônibus. Na fila do supermercado. Putz.
    Agora ando com fone de ouvido escutando alguma música. As vezes faço de conta que não estou ouvindo pra não dar conversa.

Comments are closed.