Sem notícias

By | August 2, 2019

“If you wish to improve, be content to appear clueless or stupid in extraneous matters.” – Epictetus

Tentei achar uma tradução em português mas não achei nada. Mas é mais ou menos: Se você quer ser feliz sinta-se bem em parecer estúpido ou sem noção sobre coisas que você não tem controle.

Recentemente me deparei com esse infográfico que compara do que as pessoas morrem nos EUA vs o que é noticiado.

Como você pode observar, quase 60% das mortes são relacionadas a problemas cardíacos ou câncer. Mas se você acompanha as notícias o que sai no jornal são mortes por terrorismo ou homicídio.

É muito simples: A mídia vive de medo, incerteza e dúvida (O famoso FUD – fear, uncertainty, doubt). Escândalos, drama, corrupção, traição, injustiças… Isso dá audiência.

Nós somos seres emocionais e a melhor forma de ganhar a audiência é engajar as emoções. E as emoções ruins, principalmente medo, desgosto, irritação e assemelhadas são fáceis de provocar.

Mas você deveria se perguntar: O que eu estou ganhando em me envolver emocionalmente com isso? Qual proveito estou tirando para a minha vida assistindo essas notícias? Me engajando nesse assunto?

Enquanto escrevo isso já posso imaginar alguém mandando a famosa citação (MLK?): “O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons”

A minha resposta é: Certo, você está preocupado com assunto X. Me diga nesse momento qual o primeiro passo que você vai dar para endereçar o problema você mesmo. E não, re-tweet e like no instagram ou facebook não é uma ação válida.

Eu quero que você pense efetivamente.

Exemplo: Leio no jornal que o meu time perdeu de lavada. Qual o primeiro passo que eu posso dar para melhorar a performance do meu time? Não existe né? Eu tenho zero influência. Não existe absolutamente nada que eu possa fazer para resolver a qualidade do meu time. Logo, essa notícia não deve ter absolutamente nenhuma influência no meu dia, no meu humor, no meu estado emocional.

Outro exemplo: O presidente falou outra besteira. Qual o primeiro passo que posso dar para resolver isso? Numa abordagem prática você poderia entrar em contato com políticos, engajar a sociedade, entrar com um processo civil, etc. Mas a minha pergunta é: Você tem tempo, dinheiro, energia, disposição e influência para isso? Eu duvido, pois nesse caso estaria fazendo coisa mais importante do que lendo meu blog.

A verdade é que nós temos muito pouca influência no que acontece no mundo, mas nos envolvemos emocionalmente como se tudo fosse nossa responsabilidade.

Na prática, quase tudo que você vai ler nas notícias de hoje é irrelevante para o seu dia.

Mas e aí então?

A realidade é que a vida não é fácil. O mundo é injusto. Tudo é horrível. Mas isso não é problema seu.

A sua responsabilidade é simplesmente ser a melhor pessoa que você puder. Seja educado, trate os outros com respeito, dê passagem no trânsito, segure a porta aberta para quem vem atrás. Dê bom dia e diga obrigado ao caixa do mercado. Faça isso tudo e siga sua vida sem esperar nada de volta.

Só isso é relevante para o seu dia e quando ele terminar você vai saber que fez o que podia ser feito. E não se estresse.

E o melhor mesmo é ficar sem as notícias.

No tag for this post.

2 thoughts on “Sem notícias

  1. Vera Maria Ramos Bastos

    Perfeito, eu ando sendo seletiva no que eu ouço e assisto

  2. E. Coelho

    Concordo perfeitamente com o brilhante texto.
    Parabéns !!!

Comments are closed.