Vivendo no modo hard

By | October 30, 2019

Via de regra a minha vida é bem monótona. Em casa temos nossa rotina e acordamos e vamos dormir no mesmo horário 5 ou 6 dias por semana. Trabalho, exercício, refeições e lazer quase sempre iguais todo dia.

Mas desde o final de Maio estamos vivendo a vida num stress enorme e seguindo à risca a Lei de Murphy. Absolutamente tudo que podia dar errada deu errado nos últimos 4~6 meses.

Não vou entrar em detalhes porquê devido aos envolvidos essa história tem o potencial de viralizar forte e não acho que seria ideal no momento. Mas o resumo é que a esposa e eu ficamos desempregados e sem casa nos últimos 4 meses, sem acesso aos nossos bens (ainda nessa situação) e pingando – junto com 2 cachorros – entre hotéis, Airbnb e casas de familiares e amigos.

Foi sem dúvida o período mais complicado das nossas vidas (até o momento) e no final das contas viemos parar em Ontario.

A maior parte dos problemas está resolvida. A esposa já começou a trabalhar essa semana e eu começo na semana que vem. Já temos uma casa para morar e consegui resolver uma pendência que estava me custando uma fortuna todo mês, além das despesas de morar igual um nômade.

Aliás, ser nômade acidental não foi nada divertido. Tudo aconteceu de repente e sem o planejamento correto então as roupas e acessórios escolhidos para ficar na estrada não foram ideais.

Manter a saúde foi impossível. Ficamos sem horário para comer ou dormir, raramente tínhamos uma cozinha decente para cozinhar e, devido a todo o stress, a última coisa com que queríamos nos preocupar era dieta.

E comida e bebida tem aquele fator reconfortante, então acabamos quase todo dia comendo doces e tomando um vinho ou uma cerveja.

Exercício era bem esporádico. Basicamente caminhadas e hiking nas vizinhanças dos lugares onde ficamos.

Ainda não recebi minha balança de volta então não tenho certeza, mas baseado em como minhas roupas estão vestindo eu devo ter ganhado uns 20Kg, sem exagero.

O impacto emocional e financeiro disso tudo foi alto e com certeza vamos demorar anos para nos recuperar. Espero que a saúde possamos recuperar mais rápido.

Durante esse período as duas coisas que mantiveram nos eixos foram minha fé e filosofia.

Porque nenhum de nós vive para si mesmo e nenhum de nós morre para si mesmo. Se vivemos, é para o Senhor que vivemos; e, se morremos, também é para o Senhor que morremos. Assim, tanto se vivemos como se morremos, somos do Senhor.” Romanos 14:7-8

Suportar provações com uma mente calma tira da desgraça a sua força e peso.” Seneca

E esse vídeo perdi as contas de quantas vezes assisti:

A vida não é fácil pra ninguém. 🙂

No tag for this post.

2 thoughts on “Vivendo no modo hard

  1. Eri Coelho

    Após ler o seu drama vivido nos últimos meses lembrei de um trecho do livro O MAIOR VENDEDOR DO MUNDO, de autoria de Og Mandino:
    “Os prêmios da vida estão no fim de cada jornada, não próximos do começo; não me é dado saber quantos passos são necessários a fim de alcançar o objetivo. O fracasso pode ainda encontrar-se no milésimo passo. O êxito, contudo, se esconde atrás da próxima curva da estrada. Jamais saberei a que distância está, a não ser que dobre a curva.
    Sempre darei um passo avante. Se esse for em vão darei outro e mais outro. Em verdade, dar um passo de cada vez não é difícil.
    Persistirei até alcançar êxito” p. 68
    Filho querido, desejo que o bom Deus continue abençoando e iluminando os seus caminhos, que mesmo tortuosos ou difíceis, ele sempre esteve e estará ao seu lado.

  2. Eliane Bastos

    Parodiando Renato Russo, vocês seguraram legal a barra mais pesada que tiveram. 😘

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comments will be closed on November 30, 2019.