2019 em livros

By | December 21, 2019

Em Janeiro desse ano fiz post delineando meu plano de ler 52 livros esse ano. Um por semana, o ano inteiro, sem falha.

Se você acompanha o blog deve ter visto o post anterior contando como quase tudo deu errado na nossa vida esse ano e fiquei um bom tempo sem trabalhar. Tentando olhar pelo lado bom, esse desvio de rota me ajudou não só a atingir a meta, mas extrapolar por um bom bocado.

Até o momento estou com 79 livros terminados esse ano e mais 3 em andamento, que devo terminar antes do dia 31 de Dezembro. A lista está disponível no Goodreads, mas aqui alguns comentários.

Número de páginas

Logo de cara o Goodreads mostra o menor e o maior livro por número de páginas:

“Em defesa do Calvinismo” é um livro excelente. Foi um sermão de Charles Spurgeon convertido em livro, se não me falha a memória.
A biografia do Bruce Lee, por outro lado, é interessante mas depois de aprender sobre a vida dele fiquei decepcionado. Ele não era o mocinho que eu acreditava ser.

Gênero

Parece que foi uma boa distribuição de gêneros. Alguns livros eu fiquei em dúvida como classificar já que podiam estar em mais de um gênero ou então ser o único livro de tal gênero na contagem – algo que eu quis evitar.

O número de thrillers é alto já que eram livros curtos e eu peguei algumas séries, o que faz ler um atrás do outro bem fácil.

Achei que tinha lido poucos livros de teologia esse ano, mas não foi ruim, sendo a segunda categoria.

Para o ano que vem acho que preciso um pouco mais de empenho em livros técnicos, financeiros e de negócios.

Mais e menos popular

Consegui a façanha de ser a única pessoa no Goodreads a ler “Fragmentos da Sabedoria Universal”. Realmente um livro obscuro de um autor desconhecido. Como fiquei sabendo do livro não é importante, mas achei engraçado como fui o único.

Por outro lado 1984 foi bem popular esse ano. Foi a primeira – e a última vez – que li esse livro. Muito perturbador. Ainda mais pelo tanto que a realidade de parece com a ficção do livro.

Melhores e piores – Recomendações

Acho difícil dizer se um livro é melhor ou pior. É muito subjetivo escolher os critérios. Vou, ao invés disso, recomendar só um de cada gênero que eu tenha lido 3 livros ou mais.

Biografia: Total Recall: My Unbelievably True Life Story
Negócios: The unicorn project (Esse foi um daqueles que arbitrariamente coloquei na categoria negócios)
Cães: Excel-Erated Learning: Explaining in Plain English How Dogs Learn and How Best to Teach Them
Ficção: Beneath a Scarlet Sky
Saúde: The Obesity Code: Unlocking the Secrets of Weight Loss
Não-ficção: Bad Blood: Secrets and Lies in a Silicon Valley Startup
Filosofia: The Little Book of Stoicism: Timeless Wisdom to Gain Resilience, Confidence, and Calmness
Auto-ajuda: Discipline Equals Freedom: Field Manual
Técnico: The DevOps Handbook: How to Create World-Class Agility, Reliability, and Security in Technology Organizations
Teologia: Westminster Confession of Faith
Thriller: A Dark Lure (A Dark Lure, #1)

Livros abandonados

Só dois livros foram abandonados esse ano:
Uma versão comentada da “Arte da Guerra” (Sun Tzu), que era extremamente acadêmica e “A Origem das Espécies” de Charles Darwin. Nossa, que livro massante. O inglês arcaico não ajudou, mas páginas e mais páginas falando da variedade da cor da plumagem da asa esquerda da andorinha sub-saariana que se alimenta da mosca do cocô do cavalo do bandido passou um pouco do meu limite de tolerância.

É isso. Acompanho algumas pessoas no Goodreads, mas se você tem perfil lá, me adiciona. Gosto de ver o que as pessoas andam lendo pra me inspirar.

No tag for this post.